Passar para o Conteúdo Principal

siga-nos Facebook Alfândaga da Fé Youtube Flickr

Hoje
Hoje
Amanhã
Amanhã
Depois
Depois

Freguesia de Sambade

Órgãos Autárquicos da Freguesia

Junta de freguesia Assembleia de Freguesia
Presidente: Ricardo Jorge Outor Pimentel Presidente: 
Secretário: António Manuel Pesqueira Canteiro 1º Secretário: 

Tesoureiro: Paulo Martins Correia

2º Secretário: 

Contactos

 

     Telefone

Fax

E-mail

Geral

 

 

 

Presidente

938171133 | 927277871

 

ricardopimentel1980@live.com 

Secretário

927277874

 

to-canteiro@hotmail.com

Tesoureiro

912 252 136

 

paulo.correia@spahotelalfandega.com

Morada

Junta de Freguesia de Sambade

Estrada Naciona 315, 66
Sambade
5350-312 SAMBADE

Horário de Atendimento

Descrição da Freguesia

Aldeias anexas

Covelas e Vila Nova

Distância à sede do concelho

9 km

Área da freguesia

31,49 km2

População residente

475 habitantes (censos 2011)

 

Situada nas encosta sul da Serra de Bornes, outrora designada como serra de monte –Mel, a aldeia de Sambade é a maior do concelho. Atravessada pela estrada nacional, a igreja matriz, sec. XVIII, assume-se como elemento patrimonial de referência.

Foi um importante centro de produção de lã, de linho e de seda, sendo essa então a sua principal riqueza. Aliás, a aldeia era conhecida como terra de cardadores, ofício ao qual se dedicavam muitos dos habitantes. Ainda hoje, a pastorícia e a agricultura são as principais atividades económicas, destacando-se a produção de castanha.
O topónimo da freguesia está relacionado com uma figura religiosa que aqui viveu. Sambade deriva de Sambadi, ou seja do nome próprio do Padre Sambade, que foi uma figura importante. Este Padre tinha-se tornado célebre no século VIII, nas Astúrias, pela eloquência com que refutou a heresia dos monotelistas, tal como aponta Viterbo no seu Elucidário, artigo Bieco. Outrora, Sambade foi uma das maiores abadias das terras transmontanas, sendo esta do padroado real.
Nesta freguesia do concelho de Alfândega da Fé nasceram ou viveram figuras ilustres que marcaram a região, destacando-se o Padre António José de Mesquita Pimentel, o Escritor Manuel de Sousa Moreira e o Professor João Baptista Vilares.

  • logotipo sgs
  • logotipo compete
  • wiremaze logotipo